O primeiro dia do resto da nossa vida - Kate Eberlen

by - janeiro 09, 2017

Olá, pessoal! Tudo bem?

Não tem um motivo específico mas adoro livros com titulo mais elaborado, O primeiro dia do resto da nossa vida tem um título tão atraente e apropriado.




Nessa história teremos Tessa e Gus como protagonistas, aos 18 os jovens se esbarram em Florença na Itália. Tessa está viajando com sua melhor amiga, cheia de expectativas e sonhos para a Faculdade. Gus está viajando com os pais após um trágico acidente do qual ele se sente culpado, numa tentativa de seguir a vida da melhor forma possível. Com motivos, realidades, sentimentos e sonhos particulares, esse breve encontro dos dois irá marcá-los, porém de uma forma sútil, diferente de outros romances que já vi por aí.
“Nessa cidade histórica, eu poderia ser alguém sem história, a pessoa que eu quisesse ser, não importava quem fosse. Aos 18 anos, esse pensamento foi uma revelação para mim.”
Em O primeiro dia do resto da nossa vida a linha temporal em que a história ocorre é bem incomum, sendo desenrolada durante cerca de 16 anos das vidas dos personagens, o sentimento que me dominou ao longo de toda leitura foi total ansiedade, a cada página virada eu ficava esperando pelo reencontro dos personagens... que nunca vinha! Lá pelas 300 páginas eu desencanei e consegui me conectar com os personagens por si só, mergulhando nos sentimentos e experiências que cada um estava vivenciando ao longo dos anos.

Quando ambos retornam da viajem por Florença, vemos o peso da realidade nas costas de cada um. Em muitos momentos me comovi com as situações que tanto Tessa quanto Gus estavam vivenciando, o leitor fica íntimo de ambos pois a narrativa é feita tanto por um quanto o outro, sendo os capítulos alternados, por vezes eles se colocam em situações que certamente possibilitam um encontro que não acontece, e aí você roí todas as unhas querendo saber quando vai acontecer.

São histórias de vida reais, que tocam você durante a leitura. Me senti conectada aos personagens queria brigar com eles pela besteiras que estavam fazendo, mas percebi que muitas vezes é assim, um sonho tantas vezes parece inatingível e você se contenta com o que tem.

A autora tem uma narrativa cativante, e uma sensacional construção dos personagens, vê-los amadurecer ao longo dos anos é incrível e te faz inclusive pensar o que está fazendo com sua própria vida, que oportunidades deixou passar.

Para muitas pessoas a narrativa lenta e a ansiedade pelo reencontro do casal pode ser um pouco cansativo mas é como a vida é, gradual e inesperada como esse desfecho. Se você gosta de romance, com uma forte carga sentimental e que não te afasta da realidade, pelo contrário, talvez até te aproxime mais dela e te faça se questionar. Esse livro é mais que recomendado. Apenas tenha paciência, essa não é uma leitura de um dia e sim uma leitura reflexiva.



FICHA TÉCNICA
Título:O Primeiro dia do resto da nossa vida
Autora: Kate Eberlen
Editora: Arqueiro
Gênero: Romance
Páginas: 432
Ano: 2016
Adicione à estante: Skoob

*Exemplar recebido em parceria com a Editora Arqueiro.

XoXo! 💋



You May Also Like

1 comentários

  1. Incrível como uma decisão pode mudar a direção das vidas de Tess e Gus!! Eles se conhecem muito jovens, cada um tem responsabilidades pela frente, e isto faz com que eles não se encontrem apesar de estarem no mesmo lugar!! Ansiosa para saber se este reencontro acontece!! Torcendo pelos dois!! Quero muito ler!!

    ResponderExcluir

Normas para o bom funcionamento dos comentários:
- LEIA o post antes de comentar. Por favor, é chato ler comentários de quem nem se deu ao trabalho de ler o que escrevi.
- Não desrespeite ninguém.
- Não desrespeite minha opinião, ela é Minha e você tem todo direito de discordar, desde que o faça com educação.
- Alguma dúvida ou sugestão? Este é seu espaço.

Volte sempre!