Anuncie conosco

Anuncie conosco

{Desabafo} Preconceito com a literatura Teen

Olá pessoal, o post de hoje é bem um desabafo, enjoy! 


     Estava buscando informações na Internet, numa daquelas situações em que você não procura nada especifico, mas acha no entanto algo incrível. Nesse caso é a ideia que repudia a literatura teen atual.              Fiquei bastante preocupada com o tamanho do preconceito que achei por aí. Principalmente em redes sociais que criam páginas sarcásticas, um exemplo clássico desse preconceito está circulando: "Li o livro antes de virar filme." "Lá vem a garota que só leu John Green e se acha a leitora!" 


  




   Quem aí é intelectual ao ponto de nunca ter lido uma bobagem adolescente? Ou esperou o livro estourar para decidir se valia a pena ou não gastar aquele dinheirinho?!
  
     Confesso que vejo esse Boom de literatura teen, como algo extremamente saudável, penso que não importa o que você lê desde que leia algo, e não fique em frente a uma televisão, recebendo notícias manipuladas. Se você gosta de O Príncipe de Maquiavel, ou A culpa é das Estrelas, quem sou eu para julgar?!

   Por isso o mercado editorial só vem crescendo, independente de serem livros sobre vampiros, bruxos ou qualquer criatura fantástica, isso significa que os jovens estão se interessando por algo além das tecnologias atuais. E tenho certeza que uma hora o gosto literário pode mudar, ou refinar para aqueles mais tradicionalistas. 
   O meu mudou, entrei no mundo literário por gostar de Crepúsculo, sim Crepúsculo, e daí? Não vamos discutir aqui se o trabalho da autora é bom ou não, ok! A partir daí busquei outros enredos que me interessassem. Conheci distopias, através de Divergente e não Jogos Vorazes que li posteriormente. Aliás nem foi por nenhuma das duas, mas sim por um livro cujo título é Adormecida, se quiser saber mais dá uma olhada na listinha de Resenhas, ali no topo. Agora já estão na minha Estante Laranja Mecânica, A Revolução dos Bichos, Admirável Mundo Novo, dentre outros do mesmo gênero que tenho certeza não me interessariam antes e com certeza eu não tinha maturidade para apreciar a leitura. Pois sim, penso que é normal que o leitor se sinta mais confortável com personagens que lhes sejam semelhantes.
  
   Esse post tem por objetivo esclarecer para uma pessoa que seja, que preconceito literário é besteira, babaquice, coisa de quem não tem o que fazer, ou nesse caso, que não tem o que ler! 

    Conhece aquele Lema "Live and Let Live"? aqui é "Leia e deixe Ler"!!







3 comentários:

  1. Isso de avacalhar com quem ler literatura teen é irritante, seja bem vinda ao clube dos que acham isso o fim da picada.

    É como se por ler um livro da moda fossemos intelectualmente incapazes. Aliás, existem pessoas que se acham intelectualmente capazes demais e acabam sendo é um bando de pessoas pedantes e irritantes e pseudos intelectuais isso sim.

    Em minha estante você encontra, diga-se de passagem, "O príncipe" de Maquiavel bem juntinho de Melancia e Sushi da Marian Keyes e eles nunca brigaram, li e adorei os três livros... Aff Gente preconceituosa é um sacooooo!!!

    E sim, amo Crepúsculo e quando li já era bem grandinha, estava na metade do curso de história e estou aqui firme e forte lecionando nem um pouco intelectualmente incapaz. Beijo no ombro para o recalque de quem acha que para ser inteligente é preciso ler apenas clássicos.

    Sinceramente, uma coisa que eu preso, e graças a Deus minhas companheiras de blog também, é a diversidade das leituras... Uma hora a gente ler um clássico, noutra um livro cult e ainda um livro famoso ou mesmo um bom e velho romance de banca. Xô preconceito babaca!

    Cheros, Jaci... Adorei o post, achei #Necessário

    ResponderExcluir
  2. Oi, td bom?

    Eu acho que ler é a conta, não importa o que leiamos. Eu gosto bastante de ler livros de auto-ajuda e sempre que eu falo sobre isso, as pessoas me olham torto. Assim como vc, já li alguns clássicos da literatura e gosto bastante. Porém, não são todos os dias que vc está com vontade de ler um livro pesado. Tem dias que eu simplesmente quero ler um livro fácil, de entretenimento, que me faça rir, chorar, me divertir, que me tire da minha realidade e me envolva na sua história.
    É um paradoxo que exista ainda preconceito entre leitores. Absurdo!

    Beijos
    http://arrastandoasalpargatas.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  3. Gostei bastante desse post, porque em todo lugar tem isso mesmo. Bom, vou falar o que eu acho. Eu gosto muito dos livros do John Green (um exemplo) meu preferido é Cidades de Papel, eu realmente amo esse livro. Só que, conheço pessoas que acham que são, digamos, "cultas", apenas por ler A Culpa é das Estrelas, mas que no fundo, não sabe nem quem foi Machado de Assis. A literatura inglesa está sendo muito valorizada, tá certo. E a nossa? Também temos e tivemos grandes autores: Sabino, Machado, Clarice, Guimarães, Drummond (meu preferido) Acho que algumas pessoas tem que ler mais livros (teen ou não) e conhecer mais a literatura brasileira, pra depois, só depois, dizer que A Culpa é das Estrelas é o melhor livro "da face da terra".

    PS: Sou leitora, e não estou criticando ninguém, até porque, eu já li ACEDE, e gostei. Porém, não é meu preferido. :)

    Ana,
    http://contos-de-duas-doidas.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir

Tecnologia do Blogger.