Anuncie conosco

Anuncie conosco

{Resenha} Garota Interrompida

Olá pessoal, vamos de resenha?!

Garota, Interrompida



Autor(a): Susanna Kaysen
Editora: Única
ISBN: 9788573128628
Ano: 2013
Páginas: 190
Avaliação:4/5
Sinopse:
Quando a realidade torna-se brutal demais para uma garota de 18 anos, ela é hospitalizada. O ano é 1967 e a realidade é brutal para muitas pessoas. Mesmo assim poucas são consideradas loucas e trancadas por se recusarem a seguir padrões e encarar a realidade. Susanna Keysen era uma delas. Sua lucidez e percepção do mundo à sua volta era logo que seus pais, amigos e professores não entendiam. E sua vida transformou-se ao colocar os pés pela primeira vez no hospital psiquiátrico McLean, onde, nos dois anos seguintes, Susanna precisou encontrar um novo foco, uma nova interpretação de mundo, um contato com ela mesma. Corpo e mente, em processo de busca, trancada com outras garotas de sua idade. Garotas marcadas pela sociedade, excluídas, consideradas insanas, doentes e descartadas logo no início da vida adulta. Polly, Georgina, Daisy e Lisa. Estão todas ali. O que é sanidade? Garotas interrompidas.

 Garota Interrompida é o relato da experiência de dois anos em um hospital psiquiátrico da própria autora.
 O livro é narrado em primeira pessoa, o que nos deixa por dentro dos pensamentos da personagem principal Susanna, como era sua vida antes, durante e depois da internação. Através dos olhos da personagem conhecemos outras jovens do hospital, como por exemplo Lisa, Daisy e Georgina, as diferenças e semelhanças entre as personagens são bem destacadas durante a leitura, bem como seus relacionamentos, entre si, com os familiares e os funcionários do local.
Susanna vai para o hospital por livre e espontânea vontade, algum tempo depois de tentar se matar.

"Na verdade, eu só queria matar uma parte de mim: a parte que queria se matar, que me arrastava para o dilema do suicídio e transformava cada janela, cada utensílio de cozinha e cada estação de metrô no ensaio de uma tragédia."
 Assisti ao filme alguns anos atrás e assim que fiquem sabendo da publicação do livro, fiquei bem ansiosa pela leitura.


Gosto bastante de leituras fortes, e esse livro é bem forte, principalmente por penetrar profundamente na mente da personagem, demonstrando sua aflições e temores...Afinal o que é ser normal? O que é considerado loucura? A autora/personagem indaga e esclarece essas questões vistas tanto pelos especialistas, quanto pelos  que sofrem com isso.
"Eu não tinha uma autoimagem instável. Eu me via, e muito corretamente, como incapacitada para o sistema educacional e social."
E quem nunca se sentiu assim na vida? Fora dos padrões considerados satisfatórios.
Garota Interrompida é uma leitura tão profunda que faz com que o leitor se questione, coisas simples, obviamente, e não se ele também está enlouquecendo ou não, não me entendam mal, acho que esse quote pode transmitir o que quero dizer:
" A carne estava machucada, sangrando,espremida em uma embalagem apertada. E, por mais que tivesse passado seis meses livre desse pensamento, eu também estava."
Vejam vocês, a personagem se comparando a um pedaço de carne.
Obviamente essa resenha não vai transmitir tudo que absorvi e senti ao fazer essa leitura, no entanto o que posso afirmar é que a narrativa da autora é fluída, ela somente se atem a detalhes extremamente importantes,  e foi muito reconfortante ver que a personagem se recuperou depois desses dois anos, e se tornou uma escritora talentosa, bem como relata as outras pacientes que não tiveram o mesmo destino.
Leitura recomendada para aqueles que gostam de emoções fortes, de sair da zona de conforto e encarar uma outra realidade.
Parabéns editora Única pelo trabalho maravilhoso empenhado nessa obra.

Por hoje é só, beijos e até a próxima!

4 comentários:

  1. Peguei o livro pra comprar mas acabei deixando. Só agora, lendo sua resenha, me deu vontade de ler. Acho que não iria gostar taaanto do livro, mas só por curiosidade pela história. hahaha

    Beijos, Brena.
    diadejaneiro.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  2. Gostei do livro, estou pensando em comprar! Adoro livros fortes e profundos, principalmente quando entram mesmo na cabeça da personagens e apresentam conflitos do nosso cotidiano!
    Beijos,
    Luana Karla - Sector 12 - http://sector-12.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  3. Não conhecia o livro, mas me interessei quando vc disse que se trata de um livro forte, quero conhecê-lo.

    Estou seguindo seu blog para acompanhar as atualizações e sempre que puder fazer uma visita.
    Abraços

    http://reaprendendoaartedaleitura.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  4. Olá,
    Eu não li o livro, apenas vi o filme, e gostei muito, imagino então que o livro seja no mínimo, muito bom!!! Quando sobrar um tempo, irei ler o livro citado, e parabéns pela resenha, está muito boa!!!

    Abraços e boas leituras!!! :D

    http://amandatrindadepalavrasaovento.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir

Tecnologia do Blogger.